Inspiração: quartos cor-de-rosa

Quando era menina tinha um quarto todo cor-de-rosa, bem fofinho, bem infantil. Agora que cresci… ainda tenho um quarto cor-de-rosa. Mas diferenciar um quarto rosa-infantil de um quarto rosa mais adulto não é uma tarefa muito fácil. É preciso ter cuidado e atenção nos detalhes para fazer uma composição adequada e equilibrada. Antes de pintar as paredes do meu quarto de rosinha-salmão, dei uma procurada no Pinterest por inspirações de quartos cor-de-rosa.

PAREDES ROSA

Se você opta por uma parede rosa, precisa ter um cuidado especial com os acessórios; isso inclui roupas de cama, objetos de decoração e até mesmo os móveis. Trouxe umas combinações que, na minha opinião, caem bem com tons de rosa.

Rosa claro + metalizado

f2add3e2720e6aceeb99c211bec15b7c

Continuar lendo

3 Séries que estou adorando + aposta da Nath

PRECISO vir aqui falar das séries que estou assistindo, acompanhando, esperando, adorando, amando, etc etc etc. Vamos a mais dicas da Nath.

1. Don’t trust the b* on apartament 23. A série tem só duas temporadas (as duas disponíveis na Netflix, yay) e é uma comédia um pouco… diferente. June é uma recém-chegada em New York, e logo em seu primeiro dia na cidade vê seus planos desmoronando. No final do dia se encontra sem lugar para ficar, sem emprego e sem esperança. E ainda por cima acaba nas mãos de uma… bom assistam lá. A série foi cancelada na segunda temporada porque não conseguiu manter o nível de audiência esperada pela ABC; mas, ainda assim estou recomendando porque acho que vale a pena ver os episódios disponíveis – apenas não espere por um final satisfatório ou desfecho de enredo.Apartment23_1-620x496

Continuar lendo

Oito coisas para se fazer quando se está entediado – Dicas da Nath

1. Assista à um filme. Sabemos que tédio é uma coisa que além de nos deixar com aquele baita desânimo, também nos torna chatos e exigentes quanto ao que queremos fazer. Mas, mesmo que inicialmente você não queira, um bom filme acaba prendendo a atenção depois de certo tempo. Então, escolha um filme de sua preferência, faça um balde de pipoca e se obrigue a fazer esse sacrifício.

Dica da Nath:  Forrest Gump; Efeito Borboleta (o primeiro filme, por favor!)

Sim sim, dois filmes meio velhos e tal mas, se você já assistiu, assista de novo. 🙂

2. Procure novos aplicativos. Joguinhos daqueles bem bobões de tentar passar por obstáculos, trívias, aplicativos de música, jogos de estilo rpg, coisas úteis, novidades tecnológicas, etc. Achando um bom ou não, só de procurar você vai estar fazendo alguma coisa (não diga que nunca lhe disse uma óbvia coisa útil).

Continuar lendo

Sobre “As vantagens de ser invisível”

     Eu amo TU-DO sobre “As vantagens de ser invisível”. Acabei de ler o livro recentemente, mas já tinha visto o filme faz um tempinho. A questão é, eu acho que foi o primeiro livro que eu li que retratou a adolescência e seus conflitos de forma mais próxima da realidade. Não que não seja romantizado, mas eu, que vivi (e talvez ainda viva) minha adolescência no Brasil, culturalmente diferente dos EUA, consegui me identificar com as crises dos personagens, que não se prendem somente no enredo “populares, losers, festas, patricinhas e futebol americano”, mas traz muito sobre a personalidade e a história de cada um.

                  charlei

Continuar lendo

Coisas que você precisa saber sobre ter um pug + aposta da Nath

  1. Eles são extremamente carinhosos. Se você não vai gostar de um serumaninho gorducho andando atrás de você por onde você for – eu digo pra todos os lugares mesmo, esqueça ir ao banheiro sozinho – ou não gosta de lambidas de afeto, talvez um pug não seja o cachorro ideal para você. Eles adoram demonstrar o quanto te amam.
  2. Eles são dependentes. O humor deles vai oscilar junto ao seu; se você estiver desanimado, ele vai ficar desanimado junto. E se você estiver fazendo festa, ele vai festejar junto. Assim como todo cachorrinho muito apegado ao dono, ele sente com você. Não é boa ideia deixar um pug sozinho por longos períodos, ou viajar e ficar longe deles por muito tempo: eles ficam deprimidos e abatidos (e com orelhas baixas que são a coisa mais fofa desse mundo)
  3. Eles são egocêntricos. Seu amiguinho da cara achatada não vai entender que você tem afazeres que não envolvem ama-lo. O centro das atenções da sua vida, para ele, só pode ser ele. Afinal, o que é mais importante do que fazer carinho na barriga dele até que seu bichano caia numa soneca? E sim. Ele. Vai. Ficar. Emburrado.
  4. Eles são difíceis de educar e um pouco destruidores. A personalidade teimosa da maioria dos pugs é difícil de educar. Você precisa ter paciência e pulso firme. Não subestime a capacidade escaladora dos gorduchos. Se ele achar que é legal para brincar, ele vai pegar, então tenha cuidado especial com remédios, cosméticos, móveis, caixas e coisas destruíveis em geral – como óculos – (devo dizer que a carinha constante de coitados não facilita na hora de dar broncas). É bom que você sempre tenha brinquedos, coisas de roer, água fresquinha e uma cama reserva.
  5. A saúde deles é muito sensível. Eles precisam de muitos cuidados. Não ache que um pug é o tipo de cachorro que você pode deixar viver do lado de fora da casa. O sistema respiratório do pug é frágil, problemas nessa área são desenvolvidos muito rapidamente. Eles também precisam de constante cuidado com a pele principalmente na área do rosto. Você precisa limpa-lo constantemente mas sem agredir a proteção natural da pele do cachorro (o que pode ser uma tarefa complicada). Lenço umedecido de cachorro e compressas de soro e algodão são muito úteis.
  6. Se você tem pena de negar comida, não tenha um pug. É muito difícil negar comida pros pidões. Deve ser a fofura e o charme natural de cachorro. Mas o problema é que o pug tem uma tendência muito séria a ser obeso, então, pode ser que chegue a um ponto que você precise controlar até mesmo a melhor ração, trocando-a por uma versão light, por exemplo.
  7. Eles soltam bastante pelo; o que é gasto de dinheiro certo. Você vai precisar bancar uma boa ração, idas ao petshop frequentes, escovas especiais e materiais para remover pelos das sua roupas.
  8. Eles roncam, soltam pum, arrotam, coçam o bumbum no chão para limpa-lo e fazem muito cocô. Eu já tive outros cachorros além do pug, e ainda crio uma Yorkshire junto com a minha pugorducha Dolores. Acreditem em mim; só acreditem. Se você não tem senso de humor e não vai achar fofo e engraçadinho eles roncando e soltando pum no seu colo enquanto dormem a tarde toda, talvez seja melhor escolher um cachorro mais classudo.
  9. Uma opinião pessoal: Pugs não são cachorros muito adequados para crianças pequenas; principalmente se a criança for muito energética e agitada. Eles cansam fácil e são muito temperamentais, o que deixa-os estressados com facilidade. Além disso não tem estrutura para aguentar um tranco, se necessário (algo como uma queda, um esbarrão muito forte). Sabemos que educar a criança e ensina-la a amar os animais é indispensável, mas em caso de acidente o pug não será um cachorro muito resistente. Em contrapartida, acho um cachorro muito adequado para idosos (principalmente pugs já em idade adulta).
  10. Eles não precisam de muito espaço; uma corrida pelo quintal e um passeio curto é o suficiente para gastar a energia deles. Você pode mante-los em apartamentos e em pequenos espaços, mas é importante deixar ele sair e fazer coisas de cachorro esporadicamente.

  Continuar lendo

Desenhos simples para você copiar, treinar e firmar seu traço

Para aqueles que querem começar alguma arte que envolva desenho, tem diários, scraps e agendas, gosta de desenhar mas não leva muito jeito ou nunca parou para tentar, gostaria de fazer um sketchbook para passar o tempo, etc. Desenhos simples de serem copiados, em forma geralmente de ícones e com poucas linhas, são muito bons para pegar prática e firmar seu traço. Eu uso muito esse tipo de desenho em scraps temáticos, diários, cartões e outras coisas. Eles são simples, rápidos e fáceis de desenhar e podem dar uma cara completamente diferente e mais elaborada para o seu trabalho.

Olhem só o que eu já andei aprontando:

20160723_154537

Continuar lendo

Como deixar seu quarto aconchegante para o inverno

    Todos (ou quase todos) amam aqueles quartos cleans e bem iluminados que tanto vemos no Pinterest e em revistas de decoração; cama arrumadinha, tons neutros, uma janela grande com a luz entrando e deixando tudo arejado e iluminado; eles são o máximo, é claro. Mas existem aqueles dias que ao invés de ficar em um ambiente com cara de novo dia começando, preferimos um cantinho com luz baixa, carinha de desarrumado, com sensação de aconchego: aqueles que no fim do dia vão deixar muito claro que o seu habitante passou o dia inteiro vendo séries na Netflix ou lendo ou bom livro. É só olhar pra eles que dá aquele soninho… zzzZzZz

     Naqueles dias chuvosos, manhãs de inverno com bastante neblina e aquele vento frio de congelar o nariz, existe coisa melhor que passar o dia inteiro de pijama na cama fazendo nada e tomando uma bebida quentinha?

   Para te inspirar na decoração do seu próprio santuário sagrado de inverno trouxe aqui algumas dicas de itens de decoração que vão deixar seu cantinho com jeitinho de confortável.

Continuar lendo

Os cobertores de tricô gigante de Anna Mo

    Mantas e cobertores de fio trançado, tricotado ou em crochê; lindos e quentinhos. São ótimos para a decoração e dão um ar confortável e “dormível” para a cama. As inspirações de decoração com esse tipo de cobertores são sucesso no Pinterest.

     Procurando inspiração para decorar a cama com esse tipo de cobertores, achei um tipo especialmente interessante. Em inglês os cobertores feitos com essa técnica específica são chamados de “giant knit blanket”, os cobertores de tricô gigante.

Continuar lendo

Papelarias online de derreter o coração

Eu sou uma apaixonada por papelaria! Desde muito pequena não conseguia passar por uma sem trazer um caderninho fofo ou uma cartelinha de adesivos de 50 centavos. Colecionar materiais de papelaria sempre foi um hobbie; inventar textos só para inaugurar a agenda nova (que na época me servia de diário) era um dos meus principais passatempos.

O tempo passou e eu posso dizer: obrigada internet por me facilitar a vida! São tantas opções, tantas lojas com coisinhas lindas… *suspiro*

Resolvi então fazer uma lista de minha papelarias online preferidas, pra você que, assim como eu, cresceu achando seus lápis da faber-castell a coisa mais incrível que uma criança poderia ter.

Continuar lendo